Fatores de Risco

De acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de mama não tem um único fator de risco, são diversos fatores como: idade, fatores endócrinos/história reprodutiva, fatores comportamentais/ambientais e fatores genéticos/hereditários.

IDADE
Após os 50 a mulher está mais pré-disposta ao câncer de mama, isso pode estar relacionado ao estilo de vida e as próprias alterações biológicas do seu organismo.

ENDÓCRINOS/REPRODUTIVOS
Neste caso, os principais fatores que podem estar relacionados ao câncer de mama são: história de menarca precoce (idade da primeira menstruação menor que 12 anos), menopausa tardia (após os 55 anos), primeira gravidez após os 30 anos, nuliparidade – mulheres sem filhos-, uso de contraceptivos orais (estrogênio-progesterona) e terapia de reposição hormonal pós-menopausa (estrogênio-progesterona).

COMPORTAMENTO/AMBIENTE
O ambiente e o comportamento são fatores importantes para a prevenção do câncer de mama. O consumo de bebida alcoólica, sobrepeso e obesidade no pós-menopausa. Ainda de acordo com o Inca, o  tabagismo, é um fator estudado ao longo dos anos com resultados contraditórios, é atualmente reconhecido pela International Agency for Research on Cancer (IARC) como agente carcinogênico com limitada evidência  de aumento do risco de câncer de mama em humanos. 

GENÉTICA E HEREDITARIEDADE
Embora o câncer de mama hereditário corresponda de 5% a 10% dos casos, é importante estar atento aos sinais. As mulheres que possuam diversos casos de mamas em parentes consanguíneos (principalmente em jovens), podem ter predisposição genética e são consideradas com maior risco para a doença.
 
 
« Voltar